Estamos de volta aos clássicos!

 

O nosso “Metal” continua a sua viagem pelo planeta com algumas aeronaves com as nossas cores.

Mas ele só voa em FS9?

Por vezes só encontramos estas pérolas em simuladores com muitos anos de experiência e se alguém gosta, não se importa de ter os melhores cenários, as melhores imagens e sombras… aquelas nuvens… QUE SEJA FELIZ.

Algo podemos mesmo dizer. Metam estas aeronaves nas mãos de quem gosta de iniciar uma aeronave sem procurar o pilotoautomático e entendem esta realidade.

O Metal é mesmo o cerne.

Nas pesquisas sobre o C54 Skymaster encontramos um site muito bom – https://altimagem.blogspot.com

 

Percurso em Portugal:

  1. Aeronáutica Militar

O primeiro Douglas C-54 Skymaster militar português aterrou na Base Aérea N° 4 (BA4), Lajes, Açores, em Março de 1947, proveniente dos Estados Unidos. Era da versão      C-54E Skymaster, tinha o número de construtor 27.351 e o número de matrícula 280 da AM.       Apesar de ser um avião de transporte logístico, foi colocado na recém formada Esquadrilha de Busca e Salvamento, equipada com cinco Boeing SB-17G Flying Fortress.

Pouco depois chegaram mais dois Skymaster, estes C-54D, que receberam os números 281 e 282. Tinham os números de construtor 10.612 e 10.582, respectivamente. O 282 e toda a tripulação desapareceu no Atlântico no dia 31 de Janeiro de 1951.

Apresentavam ao longo da fuselagem, enquadrando as janelas, uma faixa amarela debruada a negro, que quebrava a monotonia de um avião sem qualquer pintura, totalmente em metal polido. Por cima destas faixas encontrava-se pintado a preto “Transportes Aéreos Militares”. Ostentavam a Cruz de Cristo, sobre círculo branco,  em ambos os lados das asas e da fuselagem. O rectângulo, com a bandeira nacional sem escudo, encontrava-se nos lados do estabilizador vertical, excepto no 280, que usou, durante algum tempo, a bandeira nacional com escudo, o que, na época, não se aplicava.

Julga-se que foram os primeiros aviões da AM a apresentar o número de matrícula sobre o rectângulo das cores nacionais.

Em 1951 foi-lhes atribuída a nova numeração de quatro dígitos, ficando com as matrículas 6601 e 6602.

 

fonte: altimagem.blogspot.com

 

 

 

 

We use

 

 

© 2009 - 2020 509th Tigers Privacy Policy

Log in with your credentials

Forgot your details?